Como diferenciar um líder de um chefe

lideranca

slideplayer.com.br

Algumas instituições utilizam o termo líder ao invés de chefe para tornar o cargo mais leve, mas as funções acabam se confundindo com as de um chefe. Não adianta tentar mascarar, líder é líder e chefe é chefe, como podemos diferenciar?

 

Líder é aquele que vai na frente orientando, e não impondo pelo poder. Líder é aquele que direciona sem cobrar, motiva e ajuda. Um líder prepotente pode “contaminar” seus subordinados e toda a empresa. Um líder tem que ter vocação, ele nasce sem ser nomeado, e consegue se destacar no meio da multidão.

 

Mas existem características de chefe que ele precisa seguir, como por exemplo, ele não deve colocar a mão na massa, nem ser operacional, caso contrário não irá sobrar tempo suficiente para planejar ou liderar.

 

Uma citação muito importante de Peter Drucker, o “Guru da administração” é que Liderança é a Conquista da confiança”.

 

“Quando empresas elegem líderes fracos e despreparados para conduzir grandes projetos e equipes, o resultado costuma acabar em duas situações: a demissão do líder em questão ou a “tragédia” na empresa”. (Guilherme Schneider)

 chefexlider

pt.linkedin.com

Uma outra prática indispensável para um líder é escutar. Este item se destaca na lista dos grandes ensinamentos de Peter Drucker:  (*)  “Escute primeiro e fale depois”.

 

“Líderes que não escutam eventualmente estarão cercados por pessoas que não têm nada a dizer.”  (Andy Stanley)

 

Ouvir sempre é uma forma de valorizar e encorajar as pessoas a falar. Outra forma de ouvir e ser ouvido é fazer e receber feedback. Funcionários costumam ter sempre ideias muito boas e que devem ser valorizadas, principalmente pelo fato de estarem mais próximos do serviço do que as pessoas que estão no topo da estrutura, e que não sabem exatamente como as coisas acontecem.

 

A “Síndrome de Procusto também pode afetar chefes, mas dificilmente afetará líderes. Esta síndrome contagia chefes que apresentam muita insegurança, inferioridade ou inveja, e nenhuma criatividade, vivem se posicionando na defensiva, tentando sempre prejudicar todos no ambiente de trabalho, principalmente aqueles que possam significar algum tipo de ameaça. Eles limitam o potencial dos outros ao invés de investir em si próprio. Rejeitam mudanças e se acomodam nos cargos, e fazem com que somente suas ideias sejam válidas. Isto acaba gerando problemas não somente para as vítimas, mas também para as empresas, que ficam limitadas e perdem produtividade. O que hoje em dia significa perder criatividade e consequentemente inovação para as empresas.

 

Existem situações que vivemos no dia a dia que realmente nos inspiram, às vezes porque sentimos na própria pele, às vezes porque assistimos, presenciamos vendo a situação que outros estão passando.

 

“É bom aprender com os erros. Melhor ainda é aprender com os erros dos outros” (Warren Buffett)

 

E lembre-se sempre que este mundo é muito pequeno, e ainda dá voltas muito rápido. E que muita coisa pode se voltar contra você. Então pense em cada atitude que tiver, ao ser líder ou chefe, e lembre-se sempre se você gostaria que alguém se posicionasse desta forma contra você. Esta é a melhor maneira de avaliar qualquer posição ou situação.

 

“Quem quiser ser Líder deve ser primeiro servidor. Se você quiser liderar, deve servir”.  (Jesus Cristo)

 

(*) Peter Ferdinand Drucker nasceu em 19 de novembro de 1909 em Viena, Áustria, e faleceu em 11 de novembro de 2005, em Claremont, Califórnia, EUA. Era filósofo e economista. Peter Drucker é considerado “pai da administração moderna” e o mais renomado dos pensadores de administração.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *